AMORC (ANTIGA E MÍSTICA ORDEM ROSA CRUZ)

Os membros do Capítulo Harmonia – Melbourne levaram a efeito um interessante experimento, de 20 de outubro a 28 de novembro de 1962 (40 dias), para demonstrar individual e coletivamente o bom resultado da seguinte afirmação:

 “O Cósmico é a fonte de toda prosperidade e, quando mantivermos em mente

constantemente a consciência da prosperidade, ela se manifestará”.

Quatro ações são necessárias:

1. Um período especial de agradecimento pela presença da ajuda universal;

2. Um depósito necessário em uma caixinha, a qual denominaremos “Caixinha da Prosperidade”;

3. Visualização da prosperidade como uma corrente da qual participamos;

4. Uma oração para compreensão do uso da abundância.

Em Melbourne o sucesso foi total. Agora, todos estão convidados a participar deste experimento,  lembrando que a riqueza não consiste somente de dinheiro, mas também de Riqueza de Saúde, Riqueza de Poder Mental, Riqueza de Alegria de Viver, Riqueza provinda da satisfação que provém do bom ajustamento às condições que nos cercam e de poder melhorá-las gradativamente.

Este Experimento deve ser realizado anualmente, a regularidade é essencial para o sucesso do experimento.

Explicação:

A saúde, a felicidade e a prosperidade são essenciais ao homem, para que possa viver em harmonia com o Cósmico, mas devemos suplicar, atrair estas bênçãos, mantendo a atitude mental correta, ou seja, uma atitude positiva. Devemos desejá-las ardentemente, pois só possuímos as coisas pelas quais lutamos.

Ensinaram-nos que o dinheiro é uma forma de energia; quanto mais livremente fluir, mais efetivo e produtivo se torna. O dinheiro não deve ser um bem que recebemos e guardamos, mas devemos usá-lo continuamente.

Devemos, ainda, aprender a considerar o dinheiro em sua verdadeira forma: uma energia e seus raios luminosos, que devem brilhar, aconteça o que acontecer, a energia sob forma de dinheiro está sempre se manifestando para tornar-nos indivíduos livres, amplos e felizes. Devemos compreender esta forma de energia, adotando a atitude mental correta, para atingirmos a corrente. Assim, maior quantidade fluirá para nós. Devemos considerar o dinheiro como ferramenta para nosso uso, para nos beneficiarmos e podermos auxiliar os outros.

Entretanto, o fato de despendermos dinheiro não significa que acompanhamos a corrente: ele deve ser usado de forma construtiva. Nem a leitura, nem o estudo nos darão consciência da prosperidade ou a atitude mental correta com respeito ao dinheiro. As duas partes da Lei da Prosperidade são: “dar e receber”.

Devemos dar se queremos receber. Como disse São Francisco de Assis, “é dando que se recebe”, se dermos livremente, de boa vontade, regularmente e sem qualquer pensamento de negociar com o Cósmico, então nossa prosperidade se manifestará livre e regularmente. Esta é a Lei da Prosperidade, que foi criada para desenvolver uma atitude mental positiva e a compreensão do dinheiro, e para auxiliar-nos a entender a fonte de suprimento , que é infalível, e que emite mais do que pedimos ou aceitamos.

Considerar a prosperidade como coisa limitada é admitir a limitação do Cósmico, pois é dele que provém a prosperidade. Há o suficiente para cada um de nós, sem faltar para os outros. O objetivo de colocar uma moeda ou nota na “Caixinha da Prosperidade” diariamente é de aprendermos a doar com boa vontade e livremente. Se esquecermos de colocar UM DIA, o experimento não terá resultado.

O valor da contribuição diária é importante pela impressão que causa em nossa consciência. Se a importância pode ser dada sem pensar, então, é duvidoso que o experimento tenha êxito. O ato de dar deve deixar uma impressão definida na mente, diariamente, e é por isso que a mesma quantia deve ser depositada por dia. Assim, devemos manter na mente a afirmação de que o Cósmico é a fonte de toda prosperidade.

Quando o pensamento é positivo, abre-se o caminho, para que a prosperidade chegue até nós. O experimento também considera importante leis a visualização e o reconhecimento.

Experimento da Prosperidade.

Lembre-se que a prosperidade se manifesta de outras formas que não através do dinheiro, como novas ideias, melhoria nos negócios, promoção no emprego, melhores condições de moradia, companhia e felicidade. E, sobretudo, um influxo de compreensão dos recursos ilimitados do Cósmico, para suprir nossas necessidades.

O Organismo Afiliado promove este Experimento porque é essencial para manter um núcleo forte e próspero, mas a finalidade da “Caixinha da Prosperidade” é a de criar na mente dos membros o conceito de Prosperidade. O Organismo Afiliado é a soma total de seus membros e seus pensamentos sobre ele. À medida que os membros adotam uma atitude positiva sobre a prosperidade, estarão servindo a si e ao seu Organismo Afiliado, e ambos progredirão para benefício da nossa Amada Ordem.

Lei Maravilhosa da Prosperidade

” Todos somos um, cada qual dependente e ligado ao outro por um laço que nos torna verdadeiros irmãos. Aquilo

que tenho e aquilo que posso produzir ou fazer é para benefício dos outros. “Portanto, a tua existência depende

dos meus esforços e a minha dos teus, e ambos dependemos daquilo que os outros nos fazem. A mim serão

dadas as coisas que os outros necessitam, de modo que eu possa distribui-las neste plano Cósmico.

Que a Paz Profunda esteja conosco!

Prece para efetuar o Experimento da Prosperidade

Deus do meu coração, Deus da minha compreensão, abri o caminho para a minha grande abundância e

prosperidade, pois sou imã irresistível para tudo o que me pertence por Direito Divino”. Assim Seja!

• Um período especial de agradecimento pela presença da AJUDA UNIVERSAL.

• Um depósito monetário na “Caixinha da Prosperidade”.

• Visualização da Prosperidade como uma corrente da qual participo.

• Uma oração para compreensão do uso da Abundância.

Oração

Deus do meu coração, Deus da minha compreensão,

envolve-me com as vibrações do Teu Poder Cósmico

e traze para a minha mente

a mais ampla compreensão do uso da Abundância.

Assim Seja!

O valor total depositado durante os 40 dias consecutivos deve ser doado a uma entidade beneficente ou a uma pessoa carente ou ao seu Organismo Afiliado.

Raphael Hammoud

Fonte: LOJA ROSACRUZ SANTOS – AMORC
http://bird.fenix.vilabol.uol.com.br/prosperidade.htm